Merkel diz que vitória de Hillary ajudaria a igualar mulheres e homens

Berlim, 8 nov (EFE).- A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, afirmou nesta terça-feira que uma vitória da democrata Hillary Clinton nas eleições presidenciais dos Estados Unidos ajudaria as mulheres do país a ficarem mais perto de conseguir a igualdade com os homens na repartição de postos de poder.

As declarações foram dadas por Merkel em uma entrevista coletiva após uma reunião com a primeira-ministra da Noruega, Erna Solbert, após ser perguntada o que representaria a chegada de uma mulher ao cargo mais importante dos EUA.

"Estaremos mais perto de conseguir o equilíbrio entre mulheres e homens em posto de direção", disse a chanceler da Alemanha.

Solberg, por sua vez, afirmou que seria "inspirador para muitas mulheres" o fato de Hillary vencer as eleições porque destacaria que a "política não é só coisa de homens". Apesar disso, a primeira-ministra da Noruega ressaltou de haver um crescente número de mulheres no poder em vários países, elas não formam uma rede.

Perguntada sobre as diferenças em política externa de Hillary e o republicano Donald Trump, Merkel se limitou a dizer que a "relação transatlântica é chave para a Alemanha".

"Hoje é um dia importante para a democracia nos EUA. Os eleitores decidirão hoje, e nós esperamos os resultados", disse Merkel.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos