OIM diz que há 35 mil deslocados internos no Iraque após ofensiva de Mossul

Genebra, 8 nov (EFE).- Quase 35 mil iraquianos se transformaram em deslocados internos por causa da ofensiva para libertar Mossul e outras localidades próximas do controle do grupo terrorista Estado Islâmico (EI), informou nesta terça-feira a Organização Internacional de Migrações (OIM).

De acordo com os dados da entidade, 34.896 pessoas abandonaram Mossul e seus arredores desde o início da ofensiva militar iniciada pelo Exército do Iraque no dia 17 de outubro.

O número é muito menor do que o esperado, já que se chegou a anunciar que até 1 milhão de pessoas abandonariam seus lares. O porta-voz da OIM, Leonard Doyle, disse que a diferença entre os dados ocorre porque a ofensiva ainda está em andamento.

Só ontem, 107 famílias do distrito de Al Muhalabiya chegaram à cidade de Hajj Ali, onde foram alojadas em uma escola. A maioria dos que fugiram desde o início da ofensiva, porém, está no acampamento de Debaga, em Makhmour, onde vivem 32 mil pessoas.

Equipes médicas da OIM atendem os recém-chegados ao centro de amparo. Muitos deles sofrem de infecções respiratórias, urinárias, diarreia, doenças de pele, hipertensão e diabetes.

O porta-voz da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tariq Jasarevic, afirmou que as infecções respiratórias são comuns já que há mais de 20 poços de extração de petróleo pegando fogo na região. Além disso, durante quase um mês, uma usina de refino também esteve queimando petróleo, deixando o ambiente ainda mais poluído.

Os pacientes que chegam em situação crítica são levados a hospitais de Erbil, principal centro de referência.

As equipes da OMS também avaliam as condições dos hospitais e das unidades de saúde de localidades que foram libertadas pelo Exército do Iraque para avaliar quando elas podem voltar a atender.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos