Primeiros centros de votação são abertos nas eleições dos Estados Unidos

Washington, 8 nov (EFE).- Os primeiros centros de votação dos Estados Unidos, no estado de Vermont, abriram suas portas nesta terça-feira às 5h locais (8h de Brasília), para as eleições presidenciais nas quais os americanos devem escolher o presidente entre a democrata Hillary Clinton e o republicano Donald Trump.

Hillary, ex-secretária de Estado e ex-primeira-dama, parte com vantagem de 3,2 pontos percentuais sobre o polêmico magnata nova-iorquino Donald Trump, segundo a média ponderada de pesquisas que é feita pelo site "Real Clear Politics".

Esse cálculo médio das pesquisas revela que a ex-secretária de Estado conta com 45,4% das intenções de voto, enquanto seu rival republicano tem 42,2%, seguido pelo candidato do Partido Libertário, o ex-governador do Novo México Gary Johnson, com 4,8%, e a candidata do Partido Verde, Jill Stein, com 1,8%.

Em um país de 9,8 milhões de quilômetros quadrados que abrange seis fusos horários, a abertura e o fechamento dos centros de votação é progressiva: começa no estado de Vermont e passa por outros estados da costa leste e do meio-oeste até terminar no litoral oeste e em territórios mais distantes, como o Havaí.

Em Vermont os centros de votação são administrados pelos municípios, ao invés das autoridades estaduais, por isso as seções eleitorais mais adiantadas abriram às 5h da manhã, enquanto outras só abrirão suas portas às 10h locais (13h de Brasília).

O principal rival de Hillary nas primárias pela candidatura presidencial democrata, o independente Bernie Sanders, representa o estado de Vermont no Senado, que tradicionalmente vota no Partido Democrata nas eleições.

Depois de Vermont, os centros de votação serão abertos às 6h locais (9h de Brasília) em Connecticut, Indiana, Kentucky, Maine, Nova Jersey, Nova York e Virgínia.

Às 6h30 (9h30 de Brasília) os eleitores começarão a votar em Carolina do Norte, Ohio e Virgínia Ocidental. Meia hora mais tarde, o mesmo ocorrerá nos estados de Flórida, Delaware e Geórgia, New Hampshire, Maryland, Massachusetts, Pensilvânia, Rhode Island e Carolina do Sul, assim como no Distrito de Columbia, onde fica a capital federal Washington.

Nos estados da região central dos Estados Unidos, Illinois e Louisiana serão os primeiros a abrir suas seções, às 6h locais (10h de Brasília), enquanto os moradores de Iowa, Kansas, Alabama, Michigan, Minnesota, Mississipi, Oklahoma, Tennessee, Dakota do Sul, Texas e Wisconsin, começarão uma hora mais tarde (11h de Brasília).

Já os eleitores de Arkansas começarão a votar às 7h30 locais (11h30 de Brasília), enquanto em Nebraska as seções abrirão às 8h locais (12h de Brasília).

Entre os estados da região das Montanha Rochosas, o Arizona abre seus centros de votação às 6h locais (11h de Brasília); enquanto Colorado, Montana, Novo México, Utah e Wyoming o farão às 7h (12h de Brasília), e em Idaho a partir das 8h (13h de Brasília).

Já no extremo oeste, os estados de Califórnia, Nevada, Oregon e Washington iniciam a votação às 7h locais (13h de Brasília), enquanto os últimos estados a abrir os centros de votação serão Alasca e Havaí às 7h locais (15h e 16h de Brasília, respectivamente).

Durante a jornada, Trump deve votar na cidade de Nova York, enquanto Hillary fará o mesmo em Chappaqua, também no estado de Nova York, onde está registrada como votante.

Por sua vez, os candidatos à vice-presidência dos EUA, o republicano Mike Pence e o democrata Tim Kaine, votarão em seus respectivos estados, Indiana e Virgínia, para depois se juntarem a suas campanhas na cidade de Nova York.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, já votou de forma antecipada em 7 de outubro em Chicago, no estado de Illinois, e votou por Hillary, sua adversária nas prévias democratas em 2008 e a quem apoiou ativamente durante a atual campanha.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos