Trump se recusa a esclarecer se aceitará resultado das eleições

Washington, 8 nov (EFE).- O candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, se recusou nesta terça-feira a esclarecer se aceitará o resultado das eleições presidenciais.

"Veremos como vão as coisas hoje", afirmou Trump quando questionado se acatará o veredicto das urnas na emissora de televisão "Fox News".

"Com sorte, sairão bem e não teremos que nos preocupar, o que significa que, com sorte, ganharemos", completou o magnata nova-iorquino, que insistiu em sua teoria que os EUA são regidos por um sistema eleitoral "manipulado" e "corrupto".

"Quero ver que tudo seja honesto", reiterou o candidato republicano.

Trump fez essas declarações após votar, junto com sua esposa, Melania Trump, na cidade de Nova York, onde assegurou que tudo está saindo "muito bem".

"Tudo parece bem, as coisas estão saindo muito bem", afirmou o multimilionário em breves declarações aos jornalistas que se encontravam no interior do centro de votação pouco antes de depositar seu voto.

O magnata nova-iorquino chegou minutos antes das 11h (horário local, 13h de Brasília) em uma escola pública do centro de Manhattan, muito perto de seu arranha-céu Trump Tower.

Sua rival democrata, Hillary Clinton, acordou mais cedo e foi exercer seu direito por volta das 8h (10h), em um centro de votação na cidade de Chappaqua, no estado de Nova York, onde tem fixada sua residência.

Trump esperará os resultados no hotel Hilton Midtown de Nova York, enquanto Hillary fará o mesmo no centro de convenções Javits Center de Manhattan.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos