Trump Tower tem segurança reforçada para dia de eleições em Nova York

Nova York, 8 nov (EFE).- Um grande esquema de segurança chamou a atenção nesta terça-feira em frente à Trump Tower de Nova York, onde pequenos grupos de simpatizantes e opositores do candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, esperavam com certa tensão os resultados eleitorais.

Ainda com os centros de votação abertos, cerca de 12 apoiadores do magnata nova-iorquino se concentraram em frente ao emblemático edifício de Manhattan para gritar a seu favor e contra a rival democrata, Hillary Clinton.

Controlados por policiais, os partidários de Trump discutiam com alguns pedestres que criticavam o candidato e suas posturas polêmicas ao longo da Quinta Avenida.

A poucos metros de distância, um pequeno grupo de jovens se concentrava com cartazes que expressavam mensagens contra o magnata, como "Diga não a Trump".

Como prevenção de possíveis confrontos, as autoridades estabeleceram grandes medidas de segurança em torno da Trump Tower, onde o magnata tem uma de suas residências.

Dezenas de policiais vigiavam a região, onde era possível ver caminhões carregados de areia para servir como barreiras em frente ao edifício, onde Trump iniciou a campanha no ano passado.

O magnata, no entanto, não comemorará uma eventual vitória eleitoral no local, e sim no hotel Hilton Midtown, a alguns quarteirões de distância.

O cenário, modesto em comparação com o centro de convenções Javits onde estará Hillary Clinton, dispõe de um salão com capacidade para três mil pessoas.

À espera da chegada de Trump, o hotel também estava rodeado de um grande dispositivo de segurança e de unidades móveis de televisão. EFE

mvs/vnm

(foto)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos