Corbyn diz que vitória de Trump "é uma rejeição ao poder estabelecido"

Londres, 9 nov (EFE).- O líder do Partido Trabalhista britânico, Jeremy Corbyn, disse nesta quarta-feira que a vitória de Trump é "uma rejeição ao poder estabelecido" e uma "chamada de atenção" para propor um sistema político e econômico mais justo.

"A escolha de Trump é inequivocamente uma rejeição a um poder estabelecido político e a um sistema econômico que simplesmente não funciona para a maioria do povo", afirmou.

"É a rejeição a um consenso econômico fracassado e a uma elite governante que é vista como que não escuta", e essa fúria é o que impulsionou Trump e causou "turbulências" em outros países do mundo, acrescentou.

"Depois desta chamada de atenção global, a necessidade de uma verdadeira alternativa a esse sistema político e econômico fracassado não poderia ser mais clara", manifestou.

Esta alternativa deve estar fundamentada em "trabalhar juntos, justiça social e renovação econômica", disse.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos