Descarrilamento de bonde deixa 7 mortos e 50 feridos em Londres

Londres, 9 nov (EFE).- Pelo menos sete pessoas morreram e 50 ficaram feridas nesta quarta-feira depois que um bonde descarrilou em uma estação no sul de Londres, informou a polícia britânica, que deteve o motorista.

O trem saiu da via por volta das 6h10 (horário local, 3h10 de Brasília), uma hora na qual os vagões estão muito movimentados, quando circulava "a uma velocidade significativamente maior que a permitida", segundo as primeiras apurações da agência do governo que investiga acidentes ferroviários (RAIB, na sigla em inglês).

O motorista, de 42 anos, foi detido como suspeito de homicídio culposo, enquanto as autoridades trabalham para determinar se ele dormiu enquanto conduzia o bonde.

Os serviços de emergência se deslocaram ao local do acidente, uma curva próxima à estação de Sandilands, no popular distrito de Croydon, para tentar resgatar diversas pessoas que tinham ficado presas.

O prefeito de Londres, Sadiq Khan, visitou o local esta tarde e alertou que o número de mortos "poderia aumentar" nas próximas horas.

O Serviço de Ambulâncias de Londres informou que oito pessoas permanecem em estado grave, enquanto 51 foram atendidas em dois hospitais por causa do acidente.

Esse serviço de bonde, que transita entre New Addington (sudeste de Londres) e Wimbledon (sudoeste), começou a operar em maio de 2000, convertendo-se no primeiro sistema de bondes de Londres desde 1952.

Durante o período 2015-2016, esse serviço, que consta de 39 estações, foi utilizado por mais de 27 milhões de passageiros.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos