Em discurso de vitória, Trump promete reconciliar americanos

Nova York, 9 nov (EFE).- Proclamado vencedor das eleições à presidência dos Estados Unidos nesta quarta-feira, o republicano Donald Trump se comprometeu a "reconciliar" todos os americanos, que foram às urnas profundamente polarizados.

Trump fez um discurso para seus apoiadores em um hotel de Nova York após a confirmação de sua vitória contra a candidata do Partido Democrata, Hillary Clinton.

O magnata nova-iorquino começou o pronunciamento anunciando que havia acabado de falar com Hillary, que tinha lhe telefonado para parabenizá-lo por sua vitória nas urnas.

"Ela me ligou para me parabenizar por nossa vitória, e eu a parabenizei por uma campanha muito, muito dura. Ela lutou muito forte", reconheceu Trump, entre aplausos e gritos dos simpatizantes.

No tom conciliador que se esperava que utilizasse em caso de vitória, Trump se comprometeu a ser o "presidente para todos os americanos".

"A todos os republicanos, democratas e independentes, nesta nação digo que é momento de nos reconciliarmos como um povo unido", afirmou Trump, de 70 anos, que lançou sua campanha presidencial há um ano e meio.

Como havia prometido na campanha, ele se comprometeu a "reconstruir o país" e somar todas as pessoas sem diferenças de "raça, religião ou origem".

"Trabalharemos juntos na tarefa de renovar a nação e construir nosso sonho", frisou.

Trump também disse que se compromete a se dar bem "com todas as nações do mundo que tenham vontade de se dar bem (com os EUA)".

O presidente eleito discursou ao lado dos filhos e de sua esposa, Melania, assim como de dirigentes republicanos que o acompanharam na campanha eleitoral.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos