Irã pede que Trump respeite acordo nuclear assinado com as potências

Bucareste, 9 nov (EFE).- O ministro das Relações Exteriores do Irã, Mohamad Javad Zarif, pediu nesta quarta-feira ao futuro presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que respeite o acordo nuclear assinado por Teerã com seis grandes potências internacionais.

"Os Estados Unidos devem cumprir com os compromissos do Plano Integral de Ação Conjunta (o nome oficial do pacto nuclear) como um acordo internacional multilateral", declarou Zarif em entrevista coletiva durante sua visita a Bucareste.

"O mais importante é que o futuro presidente dos Estados Unidos respeite os acordos, os compromissos assinados não só em nível bilateral, mas também em nível multilateral", acrescentou Zarif.

Durante a campanha eleitoral, Donald Trump criticou o acordo nuclear alcançado em julho de 2015 entre Irã e seis grandes potências (China, Estados Unidos, França, Reino Unido, Rússia e Alemanha).

A oposição republicana ao presidente americano Barack Obama também foi muito crítica a esse acordo.

Esse pacto foi qualificado por seus signatários e a ONU como histórico e fechava mais de uma década de disputas pelo controverso programa nuclear do Irã, do qual suspeitava-se que tivesse uma vertente militar.

Nesse acordo, o Irã se comprometeu a aceitar limitações e uma maior supervisão internacional sobre seu programa nuclear civil durante um período de entre 10 e 25 anos.

Em troca as potências ofereceram levantar as sanções internacionais que afogavam a economia iraniana, especialmente seu setor petroleiro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos