Iraque felicita Trump e pede apoio contra o terrorismo

Bagdá, 9 nov (EFE).- O primeiro-ministro iraquiano, Haider al Abadi, e outros dirigentes políticos felicitaram nesta quarta-feira Donald Trump pela vitória nas eleições presidenciais dos EUA e pediram que mantenha o respaldo a seu país na luta contra o terrorismo.

"Pedimos que os Estados Unidos e o mundo apoiem o Iraque em sua luta contra o terrorismo, que não só ameaça a nosso país, mas também a todo o mundo", ressaltou Al Abadi em comunicado.

O líder também desejou que "os laços entre os dois países aumentem em todas as áreas".

Na mesma linha, o presidente do parlamento iraquiano, Salim al Jabouri, disse que durante o mandato de Trump sejam alcançados "muitos benefícios para o Iraque e o Oriente Médio".

Al Jabouri destacou a luta contra o terrorismo, especialmente contra o grupo Estado Islâmico (EI), a fim de "garantir a segurança e a estabilidade da região e o mundo".

Por sua vez, os dirigentes dos blocos parlamentares sunita Aliança das Forças Iraquianas, Ahmed al Masari, e xiita Partido Al Daua, Khaled al Asadi, expressaram o desejo de que Trump apoie o Iraque na luta antiterrorista.

"Seja quem for o líder dos Estados Unidos, o que o Iraque espera é mais apoio no marco dos tratados assinados entre os dois países, pelo menos às forças iraquianas para pôr fim ao terrorismo", disse Al Asadi.

Os Estados Unidos lideram uma coalizão internacional que combate no Iraque e Síria ao EI e têm uma grande influência no primeiro país desde a invasão de 2003 que derrubou Saddam Hussein.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos