Japão convoca reunião de emergência perante possível vitória de Trump

Em Tóquio

  • Yoshikazu Tsuno/AFP

O Ministério Japonês de Finanças, o Banco do Japão (Boj) e a Agência de Serviços Financeiros (FSA) do país asiático convocaram para esta quarta-feira (9) uma reunião de emergência perante a possível vitória do candidato Donald Trump nas eleições presidenciais dos Estados Unidos.

Representantes dos três organismos devem reunir-se em Tóquio após o fechamento da Bolsa de Tóquio, que chegou a perder nesta quarta mais de 6% perante as informações que apontam uma vitória do candidato republicano.

O objetivo do encontro é estudar uma resposta imediata para conseguir a estabilidade dos mercados financeiros, segundo a emissora pública "NHK".

Por sua vez, o rendimento dos bônus japoneses aumentou e o dólar se desvalorizou em relação ao iene em mais de 3% desde que começaram a ser divulgados os resultados em Estados-chave como Ohio, Carolina do Norte e Flórida, onde Trump venceu.

O fortalecimento do iene - uma divisa considerada um refúgio em tempos de incerteza - prejudica enormemente o músculo exportador da terceira economia mundial, cujas empresas manufatureiras perdem competitividade e veem recortados seus lucros na hora de repatriá-los.

Em Tóquio, da mesma forma que nas demais grandes praças financeiras, se esperava uma vitória de Hillary Clinton, que representa para as finanças globais uma mensagem de estabilidade frente à incerteza e volatilidade simbolizada pelo republicano Donald Trump.
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos