Líder ultranacionalista russo comemora vitória de Trump com champanhe

Moscou, 9 nov (EFE).- O líder do ultranacionalista Partido Liberal Democrático da Rússia (PLDR), Vladimir Khirinovski, convidou nesta quarta-feira jornalistas para brindar com champanhe a vitória de Donald Trump nas eleições presidenciais dos Estados Unidos.

"Com prazer constatamos que nos Estados Unidos venceu o melhor dos dois candidatos que se submeteram ao veredicto dos eleitores americanos", disse Khirinovski, citado pela agência de notícias russa "Interfax".

O líder do PLDR, uma das quatro legendas políticas representadas no parlamento russo, opinou que, com a chegada de Trump à Casa Branca, serão suspensas as sanções adotadas contra a Rússia por sua participação na crise na Ucrânia.

Ele acrescentou que também espera que "se acalme a situação na Ucrânia" e que Washington troque seu embaixador em Moscou, que atualmente é John F. Tefft.

"Confiamos que o embaixador que está agora vá embora da Rússia. Ele odeia a Rússia", disse Khirinovski, que ao término de suas declarações convidou jornalistas que o entrevistaram nos escritórios de sua bancada parlamentar para um brinde em homenagem à vitória de Trump.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos