Moscovici diz que crítica ao candidato Trump não vale para o presidente

Bruxelas, 9 nov (EFE).- O comissário europeu de Assuntos Econômicos e Financeiros, Pierre Moscovici, afirmou nesta quarta-feira que suas críticas a Donald Trump na véspera das eleições nos EUA se referiam ao candidato republicano que este encarnava e não ao futuro presidente eleito.

"Ontem estávamos ainda no final da campanha e falávamos de um candidato, o país votou e agora falamos de um presidente. Acredito e espero que seja diferente. Frequentemente ocorre assim", declarou o comissário francês em entrevista coletiva.

Moscovici justificou assim a mensagem que lançou ontem na rede social Twitter. "Os Estados Unidos têm que escolher entre o melhor -uma mulher presidente- e o pior -um populista provocador- na Casa Branca. Tenho confiança".

Após a confirmação da vitória de Trump, Moscovici lembrou que o presidente da Comissão Europeia (CE), Jean-Claude Junker, e o do Conselho Europeu, Donald Tusk, felicitaram Trump por sua vitória.

"Certamente que há expectativas sobre o presidente do outro lado do Atlântico. Há desafios globais como a economia, o comércio e a mudança climática que só se podem ser abordados se EUA e Europa, juntos, tiverem uma agenda comum", disse.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos