Suíça trabalhará e construirá pontes com a Administração de Trump

Genebra, 9 nov (EFE).- O conselheiro federal (ministro) de Relações Exteriores da Confederação Helvética, Didier Burkhalter, disse nesta quarta-feira que seu país pode trabalhar com qualquer morador da Casa Branca e que espera "construir pontes" com a nova Administração americana.

"A Suíça pode trabalhar com qualquer administração. Seguirá defendendo seus interesses e valores seja qual for o governo americano", afirmou Burkhalter em entrevista à Rádio Televisão Suíça (RTS).

Dito isto, o chanceler afirmou que "é preciso dar tempo" à nova Administração e posteriormente poderão ser feitos os "julgamentos".

Donald Trump ganhou hoje as eleições nos Estados Unidos e se transformará no próximo presidente do país a partir de janeiro de 2017.

Burkhalter sustentou que será preciso se adaptar à nova equipe e a suas prioridades, e especificou, sem citar expressamente Donald Trump, que "a função (presidencial) muda as pessoas e a obriga a ser melhor".

"Necessitamos dos Estados Unidos unido e forte. Se os Estados Unidos estiverem desunidos não é bom para o mundo", ressaltou o ministro.

Burkhalter também defendeu o livre-comércio e lembrou aos Estados Unidos que o protecionismo e as novas tarifas defendidas por Trump durante sua campanha não "são do interesse" da Suíça.

Os Estados Unidos são o segundo parceiro comercial da Suíça com um volume de comércio de US$ 50 bilhões.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos