Trudeau felicita Trump e diz que quer trabalhar "estreitamente" com os EUA

Toronto, 9 nov (EFE).- O primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, felicitou nesta quarta-feira o presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, e declarou que o Canadá quer trabalhar "muito estreitamente" com ele e com o Congresso em temas como o comércio.

Trudeau divulgou um comunicado hoje no qual afirmou em nome do governo do Canadá que "gostaria de felicitar Donald Trump por sua eleição como o próximo presidente dos Estados Unidos".

"Os Estados Unidos são o amigo, parceiro e aliado mais estreito do Canadá. Esperamos trabalhar muito estreitamente com o presidente eleito Trump, sua administração e com o Congresso dos Estados Unidos nos próximos anos, incluídos em temas como comércio, investimento e paz e segurança internacionais", declarou Trudeau.

O governante canadense terminou dizendo que a relação entre ambos países "serve como modelo para o mundo".

"Valores comuns, laços culturais e economias fortemente integradas seguirão sendo as bases para o progresso de nosso forte e próspera associação", acrescentou.

O Canadá pode ser um dos países mais prejudicados se Trump realizar suas promessas eleitorais de renegociar o Tratado de Livre-Comércio da América do Norte (NAFTA) ao qual também pertence o México.

O comércio bilateral entre Canadá e EUA supera os US$ 1,5 bilhão diários e um de cada cinco empregos do Canadá depende das exportações, que em sua maioria são dirigidas aos Estados Unidos.

Durante a campanha eleitoral à presidência americana, Trudeau, que se declarou como um "feminista", se negou o tempo todo a comentar sobre Trump e suas declarações para não "se envolver" na política interna americana.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos