Trump posta primeiro tweet após eleição e repete tom conciliador

Washington, 9 nov (EFE).- O Twitter foi uma das principais armas do presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, durante a campanha e, após a vitória desta quarta-feira, o empresário utilizou a rede social para refletir sobre seu novo cargo.

Com 13,7 milhões de seguidores, Trump escreveu junto à foto de seu perfil o posto que ocupará nos próximos quatro anos, a partir de 20 de janeiro, quando será empossado: "presidente eleito dos EUA". E, na primeira mensagem, repetiu o tom conciliador do discurso do triunfo realizado após a divulgação dos resultados finais.

"Que noite maravilhosa e importante. Os homens e mulheres esquecidos nunca mais serão esquecidos. Nos uniremos como nunca antes", disse Trump na rede social.

Empresário alheio à política até pouco mais de um ano, Trump conseguiu superar os 270 votos no colégio eleitoral necessários para acabar com o sonho de sua adversária, a democrata Hillary Clinton, de se tornar a primeira presidente mulher da história do país.

Faltando a confirmação dos resultados de Minnesota, Arizona, Michigan e New Hampshire, Trump obteve 279 votos dos delegados contra apenas 218 de Hillary, que já cumprimentou o republicano pela vitória na disputa por telefone.

Hillary supera, por enquanto, o empresário no número total de votos, mas Trump acabou levando a melhor no sistema de colégio eleitoral que vigora nos EUA e decide a escolha do presidente.

Em seu primeiro discurso como presidente eleito, Trump deixou de lado o habitual tom incendiário e pediu a unidade do país após uma acirrada campanha eleitoral.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos