Vitória de Trump nos EUA não terá influência nas políticas do Irã, diz Rohani

Teerã, 9 nov (EFE).- O presidente do Irã, Hassan Rohani, afirmou nesta quarta-feira que o resultado das eleições presidenciais nos Estados Unidos "não terá influência" nas políticas da República Islâmica do Irã, já que Washington não pode romper o acordo nuclear com esse país e as outras nações do G5+1 (Rússia, Reino Unido, China, França e Alemanha), pois se trata de uma resolução da ONU.

Rohani afirmou que o acordo "é uma resolução do Conselho de Segurança da ONU, que não é mutável pela decisão de um governo", segundo a agência oficial iraniana de notícias "Irna".

"Os Estados Unidos não têm, como fizeram no passado, capacidade de utilizar a 'iranofobia' e criar um consenso internacional contra o Irã", disse o presidente iraniano.

Rohani acrescentou que "a política da República Islâmica do Irã na interação construtiva com o mundo e a ruptura das sanções nucleares fez com que os laços econômicos do Irã com o resto da comunidade internacional entrassem em uma via crescente e irreversível".

Além disso, o presidente iraniano disse que "a posição dos Estados Unidos perdeu força na comunidade internacional e na opinião pública do mundo, devido a suas políticas equivocadas" ao longo dos tempos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos