Ataques na periferia de Damasco matam 11 pessoas

Beirute, 10 nov (EFE).- Pelo menos onze pessoas morreram nesta quinta-feira em bombardeios de aviões não identificados e disparos de foguetes na periferia de Damasco, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

O maior número de vítimas foi registrado na cidade de Duma, onde pelo menos sete pessoas morreram, entre elas dois menores de idade e duas mulheres, por dez ataques aéreos. A cidade é a maior da região de Ghouta Oriental, o principal reduto opositor dos arredores de Damasco. Na mesma região, uma mulher e uma menor faleceram e outras sete pessoas ficaram feridas em ataques aéreos contra Saqba.

A estas vítimas se soma outra menina que morreu atingida por um foguete de procedência desconhecida no campo de refugiados palestinos de Khan al-Shih, situado em Ghouta Ocidental; assim como outra pessoa que faleceu pela queda de 12 projéteis lançados por facções contra Dahie al-Assad, em Ghouta Oriental.

A agência de notícias oficial síria, "Sana", informou que três menores ficaram feridos pelo disparo de foguetes contra a escola de Tareq Bin Ziad, no bairro dos Emigrantes, em Damasco. A agência acusou "terroristas" de realizarem este ataque contra o colégio.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos