Brad Pitt fica livre de acusações após investigação sobre abuso infantil

Los Angeles (EUA), 9 nov (EFE).- O ator Brad Pitt ficou, nesta quarta-feira, livre das acusações sobre um possível caso de abuso contra um de seus filhos, depois que as autoridades locais encerraram a investigação.

O portal especializado em notícias de famosos "TMZ" informou que o Departamento de Infância e Serviços Familiares do condado de Los Angeles determinou hoje que não houve crime no incidente entre Pitt e seu filho Maddox, que ocorreu em setembro, no avião privado da família.

As autoridades investigaram o caso em que supostamente, o ator teria agredido verbalmente e fisicamente o jovem de 15 anos.

O tratamento que Pitt dava a seus filhos foi, supostamente, uma das razões que levaram sua esposa Angelina Jolie a pedir o fim do casamento em setembro, após mais de uma década juntos e apenas dois anos de casados.

Na última segunda-feira, os atores chegaram a um acordo sobre a custódia de seus seis filhos: três adotados três adotados - o cambojano Maddox, o vietnamita Pax e a etíope Zahara - e três biológicos - Shiloh e os gêmeos Knox e Vivienne.

"Com este acordo, as seis crianças permanecerão sob custódia da mãe e continuarão com as visitas terapêuticas com seu pai", disse um representante da atriz em uma nota dirigida ao programa de televisão "Entertainment Tonight".

No entanto, fontes ligadas a Pitt afirmaram para a emissora "CNN" que não se trata de uma resolução definitiva, mas de uma extensão de um acordo temporário de custódia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos