Hollande: "Resultados de eleições nos EUA é voto de 'cólera e medo'"

Paris, 10 nov (EFE).- O presidente da França, François Hollande, convidou nesta quinta-feira a se perguntar porque os eleitores expressam nas urnas "cólera e medo" antes do que "confiança", em alusão à vitória do republicano Donald Trump nas eleições americanas.

Em declarações após se encontrar em Paris com o primeiro-ministro dinamarquês, Lars Lokke Rasmussen, Hollande alertou que a eleição de Trump obriga os europeus a "serem claros e lúcidos" acerca dos desafios compartilhados por Estados Unidos e União Europeia, como econômicos, comerciais e de mudança climática.

Hollande, que já reagiu ontem aos resultados das presidenciais americanas - em declarações à imprensa e em carta-, se referiu hoje aos desafios eleitorais das democracias, em uma alusão ao pleito presidencial na França, previsto para abril de 2017.

"É preciso saber por que o povo, quando consultado, expressa mais cólera e medo do que confiança", assumiu o presidente, especulando que pode ser o resultado da globalização e de algumas de suas "desordens".

Entre os desafios citados por Hollande que devem ser abordados pelo governo de de Trump está a "luta contra o terrorismo".

"E depois, estão as questões de liberdade, de dignidade, de igualdade entre os sexos, que são os pilares dos valores comuns que compartilhamos", acrescentou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos