EI detém 20 membros de tribo de Sinjar, ao oeste de Mossul

Erbil (Iraque), 11 nov (EFE).- O grupo terrorista Estado Islâmico (EI) deteve nesta sexta-feira mais de 20 xeques e notáveis da tribo Albu Mituit da comarca de Sinjar, ainda sob seu controle e a 120 quilômetros ao oeste de Mossul, informou à Agência Efe um deputado do clã.

O parlamentar Ali al Mitiuti explicou que os membros de sua tribo foram detidos no sul de Sinjar e estão agora em paradeiro desconhecido.

Al Mituiti expressou seu temor pelo destino que podem ter os detidos depois que os jihadistas começaram a transferir presos a seu reduto sírio de Al Raqqa e assassinaram outros.

As zonas do oeste de Mossul, próximas à fronteira com a Síria e no caminho rumo a Al Raqqa, foram palco de amplas campanhas de detenções de membros das tribos.

Esta perseguição por parte do EI aumentou desde que a milícia xiita Multidão Popular estreitou o cerco na zona contra os extremistas.

O deputado denunciou que o EI detém todos aqueles que não proclamam lealdade à organização, especialmente personalidades religiosas e tribais e ex-oficiais do Exército iraquiano.

Os jihadistas também detêm os cidadãos sob os pretextos de apostasia e colaboração com as Forças de Segurança iraquianas.

Já a ofensiva das tropas iraquianas e curdas para libertar Mossul começou em 17 de Outubro desde três frentes -norte, sul e leste-, e posteriormente se uniu à Multidão Popular no oeste.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos