Morre príncipe saudita Turki aos 84 anos

Riad, 12 nov (EFE).- O príncipe saudita Turki bin Abdelaziz, que morreu neste sábado aos 84 anos de idade, era irmão do atual rei Salman e ocupou o cargo de vice-ministro da Defesa e Aviação há várias décadas.

Seu funeral será realizado no pôr do sol deste sábado no palácio real de Riad, segundo anunciou a Casa Real saudita, que decretou três dias de luto oficial no país.

A morte do irmão do monarca supôs o adiamento da visita à Arábia Saudita do rei da Espanha, Felipe VI, que tinha previsto chegar hoje ao reino árabe acompanhado dos ministros espanhóis de Relações Exteriores, Alfonso Dastis, e de Fomento, Iñigo de la Serna.

Nascido em 1932, era o 21° filho do fundador do reino saudita Abdelaziz Al-Saud, e sua mãe foi Hassa al Sudairi, também progenitora do atual monarca Salman.

É desta forma integrante do poderoso ramo Al Sudairiun, composto pelos sete filhos de Abdelaziz e Hassa, o núcleo do poder no reino desde que o primogênito Fahd chegou ao trono.

Turki bin Abdelaziz ocupou o cargo de vice-ministro da Defesa e Aviação entre 1969 e 1983, desde o reinado de Faiçal e até o princípio do mandato de seu irmão Fahd.

O príncipe deixou então o reino e se instalou no Egito, devido à controvérsia causada na família real saudita por seu divórcio de sua primeira esposa e seu casamento com Hind al Fassi.

Após a morte de sua segunda esposa em 2010, Turki bin Abdelaziz retornou à Arábia Saudita

Deu seu apoio total à nomeação como príncipe herdeiro em 2011 de seu irmão mais novo Nayef, que morreu antes de chegar ao trono, e posteriormente à designação de Salman.

Turki bin Salman teve três esposas e uma dezena de filhos, sete com sua primeira mulher e três com a segunda.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos