Colégios eleitorais abrem na Moldávia

Moscou, 13 nov (EFE).- Os colégios eleitorais na Moldávia abriram neste domingo para o segundo turno do pleito presidencial, informou a Comissão Eleitoral Central (CEC) dessa antiga república soviética.

Pouco mais de 2,8 milhões de moldávios foram convocados às urnas para escolher seu chefe de Estado entre o socialista e pró-Rússia Igor Dodon, favorito segundo as pesquisas, e a europeísta de centro-direita Maia Sandu.

A votação acontece em mais de 2.000 colégios eleitorais abertos por todo o país e em outra centena habilitados no exterior.

Mais de 2.500 observadores locais e outro 500 procedentes do estrangeiro inspecionam a votação.

Estes é o primeiro pleito presidencial direto realizado na Moldávia desde 1996, já que a eleição do chefe do Estado era prerrogativa do Parlamento.

Da mesma forma que no primeiro turno, o pleito não acontece na região separatista da Transnístria, por isso que a CEC habilitou colégios eleitorais junto a seus limites para que os cidadãos residentes nela possam exercer seu direito a voto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos