Maduro pede que Obama suspenda decreto contra Venezuela antes de deixar cargo

Caracas, 13 nov (EFE).- O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, pediu neste domingo a seu homólogo americano, Barack Obama, que suspenda a ordem executiva de seu governo que considera o país caribenho "uma ameaça incomum e extraordinária para a segurança" dos Estados Unidos.

"Eu espero que Barack Obama corrija antes que finalize seu governo (...) que derrube o decreto que considera a Venezuela uma ameaça incomum e extraordinária para a segurança dos Estados Unidos", disse Maduro durante seu programa semanal de televisão.

O presidente venezuelano assegurou que fará esta solicitação chegar a Obama por meio do secretário de Estado dos EUA, John Kerry, com quem terá "uma conversa pessoal nos próximos dias".

"Antes de 20 de janeiro, que (Obama) se despida com uma mensagem de paz, seria um grande legado, como já disse em várias oportunidades a Thomas Shannon", disse Maduro em alusão ao enviado dos EUA para apoiar o processo de diálogo entre Washington e Caracas.

"Eu vou esperar até 20 de janeiro para isso, tomara que o senhor tenha a grandeza para isso", acrescentou Maduro.

O chefe de Estado venezuelano disse que enviou três cartas a Obama e que não recebeu nenhuma resposta, algo que considerou como um sinal de "soberba, desprezo, racismo social, contra nós, os latino-americanos".

"Apesar de sua soberba, da agressão e do legado negativo, o senhor (Obama) pode ganhar a admiração e o respeito da Venezuela se tiver a coragem de assinar um decreto", declarou.

Em março do ano passado, Obama assinou uma ordem executiva e sancionou com o bloqueio de bens que poderiam ter nos EUA sete de um número não detalhado de altos cargos venezuelanos acusados de violar direitos humanos de opositores durante os protestos antigovernamentais registradas na Venezuela em 2014.

Este foi o último ponto máximo no atrito diplomático entre Caracas e Washington, que não compartilham embaixadores há vários anos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos