EUA aumentam vigilância na fronteira com o México com 150 agentes

San Antonio (EUA), 14 nov (EFE).- Os Estados Unidos aumentarão sua vigilância na fronteira com o México enviando um total de 150 agentes fronteiriços adicionais de forma temporária ao Vale do Rio Grande, região situada no sudeste do estado do Texas.

O Escritório de Alfândegas e Proteção Fronteiriça (CBP) informou em comunicado que está coordenando o envio temporário de 150 agentes para reforçar os centros de processamento de McAllen e Weslaco, no Texas, perante o aumento de imigrantes detidos que tentam ingressar de forma ilegal no país.

A CBP apontou que o objetivo desta medida é aumentar a capacidade de "classificar e processar" os imigrantes, principalmente crianças não acompanhadas ou unidades familiares, que são detidos tentando ingressar "de forma ilegal" no território americano.

O secretário de Segurança Nacional, Jeh Johnson, anunciou na semana passada que 46.195 pessoas foram detidas em outubro tentando entrar pela fronteira com o México, frente às 39.501 do mês anterior e às 37.048 de agosto.

Johnson destacou que se tinha notado um aumento das detenções de menores não acompanhados na fronteira, assim como de pessoas que no momento da detenção tinham pedido asilo.

O Escritório de Alfândegas assegurou no mesmo documento que há redes "ilícitas" que estão envolvidas em grande parte da atividade além da fronteira e denunciou que os contrabandistas atacam os migrantes "extorquindo-os, confinando-os em condições deploráveis e, frequentemente, atacando-os fisicamente e sexualmente".

Neste sentido, a autoridade fronteiriça lamentou que, apesar destes riscos, as pessoas migrantes "seguem confiando suas vidas a cada dia a estes criminosos sem escrúpulos".

Os agentes adicionais que serão enviados ao sudeste do Texas serão deslocados dos setores da Patrulha Fronteiriça em Tucson, San Diego e Del Rio.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos