Obama afirma ser "saudável" que Partido Democrata reflita sobre futuro

Washington, 14 nov (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou nesta segunda-feira que é "saudável" para o Partido Democrata "refletir" sobre seu futuro, mas alertou que é importante que "não renuncie aos valores fundamentais" da legenda.

"Quando sua equipe perde, todo mundo se sente frustrado", disse o presidente americano em entrevista coletiva sobre a inesperada derrota da ex-secretária de Estado, Hillary Clinton, nas eleições presidenciais do último dia 8 de novembro.

Obama considerou que os democratas têm que dedicar tempo a pensar sobre como avançar após a dura derrota, mas também declarou que não devem renunciar a suas crenças, como o fato de que os EUA são "um país inclusivo e não excludente".

O presidente americano instou seus companheiros de partido a "escutar às bases" e retornar ao terreno ao invés de recorrer aos dados e às pesquisas, a poucos dias das eleições internas do partido que acontecerão nesta quinta-feira para escolher o novo presidente do Comitê Nacional Democrata (DNC, na sigla em inglês).

"Acredito que temos melhores ideias, mas também acho que as boas ideias não importam se o povo não as escuta", destacou o presidente americano sobre a necessidade que os democratas se aproximem de seus eleitores, inclusive nas zonas rurais.

Obama lembrou que para ganhar o estado rural de Iowa, fundamental nos pleitos americanos, teve que visitar a região quase 100 vezes, pedindo que seus companheiros voltassem às raízes da política das ruas.

"Ganhei em Iowa não porque a demografia ditava que eu ganharia Iowa, mas porque passei 87 dias no total indo a cada pequena cidade", salientou.

O presidente em fim de mandato reiterou que "ninguém disse que a democracia é fácil" e por isso os democratas têm "que sair às ruas por todo o país" para enviar sua mensagem política.

Apesar do desastre eleitoral, Obama lembrou também os resultados de 2004 que deram uma grande vitória a George W. Bush e que depois os democratas reverteram, alcançando uma das maiores vitórias de sua história com sua chegada à Casa Branca nas eleições de 2008.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos