Em reunião com Tsipras, Obama pede alívio da dívida para a Grécia

Atenas, 15 nov (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pediu nesta terça-feira para a Grécia um alívio de sua dívida pública para ajudar que o país volte ao caminho do crescimento.

"É necessário o alívio da dívida para contribuir para retomar o crescimento, a austeridade por si só não gera prosperidade", disse Obama no início de sua reunião com o primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras.

Obama felicitou Tsipras, seu governo e o povo grego em seu conjunto pelos esforços feitos para superar a crise.

"As reformas não foram fáceis, mas necessárias para tornar Grécia mias competitiva", acrescentou.

Tsipras, por sua parte, ressaltou que a Grécia defendeu durante estes anos os valores da liberdade, da democracia, da igualdade e dos direitos humanos.

"Apesar de todas as dificuldades, conseguimos manter-nos de pé defendendo estes valores. Espero que muito em breve o trabalho duro e os sacrifícios do povo obtenham uma resposta positiva nas negociações sobre a crise da dívida", declarou Tsipras.

Após estas declarações, Obama e Tsipras se retiraram um encontro particular ao qual se seguirá uma entrevista coletiva.

Obama chegou esta manhã a Atenas, na primeira etapa de sua última viagem internacional.

Nesta noite o presidente grego, Prokopis Pavlopoulos, oferecerá um jantar em sua homenagem, para o qual foram convidadas 100 personalidades da política, da cultura e do mundo empresarial.

Amanhã Obama visitará a Acrópole e posteriormente fará um discurso ao "povo da Grécia" na Fundação Stavros Niarchos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos