Ataques aéreos e de artilharia deixam pelo menos 12 mortos no leste de Aleppo

Beirute, 16 nov (EFE).- Bombardeios e disparos de artilharia, que continuam nesta quarta-feira pelo segundo dia consecutivo nos bairros do leste de Aleppo, no norte da Síria, deixaram pelo menos 12 mortos, entre eles quatro menores de idade e um motorista de uma ambulância, segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Dezenas de ataques aéreos foram registrados nesta manhã na metade leste da cidade, sitiada pelo Exército da Síria e controlada pela oposição, que também foi alvo de artilharia governamental.

O Observatório acrescentou que há combates entre soldados leais ao governo de Damasco e facções islâmicas rebeldes também no oeste da cidade, onde informações preliminares apontam que as autoridades estão avançando pela região de Aqrab.

Além disso, foram registrados bombardeios nos povoados de Marat al Artiq e Andam, no noroeste e no norte de Aleppo, respectivamente.

Os ataques aéreos foram retomados ontem contra a parte leste da cidade, após três semanas de interrupção. A Rússia, porém, negou qualquer envolvimento nos novos bombardeios.

O Observatório destacou que com as vítimas de hoje já são 20 mortos pelos bombardeios reiniciados ontem em Aleppo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos