Atentado perto do Ministério da Defesa em Cabul deixa 4 mortos e 11 feridos

Cabul, 16 nov (EFE).- Pelo menos quatro pessoas morreram e 11 ficaram feridas por conta de um atentado com bomba ocorrido nesta quarta-feira perto do Ministério da Defesa, em Cabul, capital do Afeganistão, contra uma unidade de segurança de proteção aos altos funcionários do governo afegão.

A bomba foi detonada às 7h50 (hora local), na área de alta segurança de Pukl-e-Mahmood Khan na passagem do veículo onde viaja o pessoal de escolta, informou o Ministério do Interior afegão em comunicado, sem apresentar mais detalhes.

Uma fonte dos serviços de segurança do país, que pediu o anonimato, detalhou à Agência Efe que no atentado morreram quatro pessoas e outras onze ficaram feridas e afirmou, ao contrário do Ministério do Interior, que o atentado foi cometido por um homem-bomba.

O porta-voz adjunto do serviço de inteligência afegão, NDS, Jamil Sultani, confirmou à Efe o ataque realizado contra a unidade de segurança, mas evitou dar números concretos sobre vítimas.

O presidente do Afeganistão, Ashraf Ghani, através de um comunicado condenou o atentado e ressaltou que os "terroristas nunca alcançarão seus objetivos divulgando o medo (...) já que o povo do Afeganistão os despreza".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos