Ban Ki-moon adverte sobre os valores da tolerância e entendimento mútuo

Nações Unidas, 16 nov (EFE).- O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, advertiu nesta quarta-feira que os valores de tolerância e entendimento mútuo enfrentam atualmente "profundas provas ao redor do mundo" pelo auge do extremismo e da intolerância.

"Refugiados e imigrantes seguem encontrando as portas fechadas e punhos cerrados. Extremistas violentos seguem atacando gente só por sua fé e tradições. A cada dia, a intolerância mostra seu rosto através do racismo, do ódio antimuçulmano, do antissemitismo e outras formas de discriminação", afirmou Ban em mensagem por ocasião do Dia Internacional da Tolerância.

O chefe da ONU criticou abertamente "muitos políticos que usam a cínica matemática para ganhar votos dividindo o povo" e lamentou a existência de "muitos conflitos com dimensões sectárias".

"Quando a tolerância está sob ameaça, devemos dizer", afirmou Ban, que pediu que o mundo não caia na provocação ou nas mãos daqueles que "prosperam no ódio e impõem medo em nossas sociedades".

"Os problemas globais de hoje devem nos obrigar a rejeitar a mentalidade fracassada do nós contra eles", insistiu.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos