Mulher palestina morre em enfrentamentos armados em Nablus

Jerusalém, 16 nov (EFE).- Uma mulher morreu e três agentes das forças de segurança palestinas ficaram feridos nesta quarta-feira em enfrentamentos armados na cidade cisjordaniana de Nablus, confirmou à Agência Efe o governador do distrito, Akram Al Rajub.

"Um grupo criminoso disparou contra as forças nacionais palestinas na Cidade Antiga de Nablus e na sede do governo provincial, o que feriu três agentes e tirou a vida de uma cidadã de 39 anos, identificada como Hilda Al Asta", detalhou Al Rajub.

O ataque contra as forças de segurança palestinas aconteceu durante uma batida do Exército israelense no centro da cidade, segundo a agência local "Ma'an".

Um dos policiais feridos foi internado em estado grave no hospital de Rafidia.

Fontes locais disseram à Efe que o ocorrido está relacionado com a luta entre simpatizantes do que fora um dos homens fortes do movimento nacionalista palestino Fatah em Gaza, Mohamad Dahlan, expulso em 2012 pelo presidente da Autoridade Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, e os simpatizantes deste último.

Segundo diversos analistas, Dahlan está recebendo o apoio de países árabes para se posicionar como possível substituto de Abbas, de 81 anos, embora ele tenha negado estar interessado em substitui-lo.

O porta-voz das forças de segurança palestinas, Adnan Al Damiri, se limitou a confirmar que há um comitê de investigação em andamento para averiguar o ocorrido, em entrevista esta manhã com a rádio "A Voz da Palestina".

Desde agosto, Nablus foi palco de diversos enfrentamentos entre agentes e agressores armados, que se recrudesceu nas últimas semanas com uma campanha de segurança da ANP para realizar detenções e batidas na busca de armas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos