Chile decreta alerta vermelho entre duas regiões por incêndios florestais

Santiago do Chile, 17 nov (EFE).- O Escritório Nacional de Emergência do Chile (Onemi), dependente do Ministério do Interior, decretou alerta vermelho nesta quinta-feira pelos incêndios florestais que se originaram entre as regiões de Coquimbo (norte) e Maule (sul).

Segundo um comunicado desse organismo, as províncias de Valparaíso e Marga Marga, junto às comunas de Ovalle (Coquimbo), Litueche (O'Higgins), Lampa, Pudahuel, Maipú, San Pedro (região metropolitana de Santiago) e Pencahue (região do Maule) mantêm focos ativos em um dia marcado pelas altas temperaturas todo o território chileno.

Em Litueche, 41.020 clientes se encontram afetados por um corte no serviço de abastecimento elétrico.

Um dos maiores focos de incêndio está na região de Valparaíso, o que também obrigou as autoridades a declarar alerta vermelho e evacuar 400 pessoas de suas casas situadas em Villa Alemana, área próxima às chamas que já consumiram mais de 200 hectares.

O fogo, que ainda não foi controlado, avança a grande velocidade empurrado pelo forte vento.

"Os moradores foram retirados para evitar que uma mudança de direção do vento pudesse afetá-los", afirmou aos jornalistas o diretor regional de Corporação Nacional Florestal (CONAF), Héctor Correa, que acrescentou que "algumas pessoas já estão voltando a seus lares".

Por sua parte, o Onemi assegurou que deslocou até o local todos seus recursos disponíveis, os quais se somam ao dispositivo preparado pela CONAF, os Bombeiros e o Sistema Nacional de Defesa Civil.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos