Sede de grupo de comunicação venezuelano é assaltada com armas

Caracas, 17 nov (EFE).- A sede do grupo de veículos de comunicação digitais venezuelano "El Estímulo", localizada no leste de Caracas, foi assaltada nesta quinta-feira por um grupo de desconhecidos armados que fugiram com um grande número de equipamentos, computadores e dinheiro.

"Dois sujeitos armados com revólveres invadiram a sala de redação da empresa e renderam o pessoal de segurança, administrativo e jornalistas. Depois de confiná-los em uma sala de reuniões, os assaltantes roubaram cerca de 15 equipamentos, a maioria computadores portáteis", informou o próprio grupo em seu site.

"Outros dois assaltantes esperavam nos arredores da sede do 'El Estímulo' em motos", acrescentou.

Os assaltantes, que demoraram cinco minutos para cometer o roubo, se apresentaram na empresa como motoristas e conseguiram render 20 pessoas.

Os delinquentes "sacaram revólveres de calibre 38 e ameaçaram matar os funcionários", indicou o site do grupo de comunicação.

No último mês de agosto um evento similar ocorreu no site do jornal digital "Crónica Uno" no oeste da capital venezuelana, quando duas pessoas armadas invadiram sua sede roubando boa parte de seus equipamentos.

Com altos níveis de criminalidade e uma enorme taxa de homicídios, a Venezuela é considerada um dos países mais perigosos da região.

A ONG Observatório Venezuelano de Violência (OVV) reportou em meados de 2016 um aumento geral dos crimes e, embora reconheça a dificuldade de fazer projeções em matéria de criminalidade, estima que o ano fechará com aproximadamente 30 mil mortes violentas, frente às 27.875 registradas por essa ONG em 2015.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos