Coreia do Norte acusa Seul de "traição" por seu pacto de defesa com Japão

Seul, 18 nov (EFE).- A Coreia do Norte acusou nesta sexta-feira a vizinha Coreia do Sul de ter cometido "um horrível ato de traição" ao ter selado um acordo com o Japão para compartilhar informações de inteligência militar sobre o regime de Kim Jong-un e ameaçou com mais tensão na península.

"Este horrível ato de traição para atacar os compatriotas do norte em conivência com o inimigo da nação vai piorar a já tensa situação na península coreana e na região", indicou um porta-voz do Comitê da Paz da Ásia-Pacífico da Coreia do Norte em comunicado divulgado pela agência estatal "KCNA".

Japão e Coreia do Sul se comprometeram na última segunda-feira em assinar um tratado para compartilhar dados sobre os movimentos militares da Coreia do Norte como resposta ao aumento de testes armamentísticos do país comunista nos últimos meses.

Os governos procuram selar o acordo, chamado Pacto Geral de Segurança sobre Informação Militar (GSOMIA, sigla em inglês), antes do final de novembro.

Pyongyang disse que o Japão, inimigo histórico da Coreia que colonizou toda a península no início do século passado, conseguiu com o acordo "uma garantia legal para participar da provocação de uma guerra contra a RPDC (Coreia do Norte)" a pedido da Coreia do Sul e Estados Unidos.

Além disso, também acusou a Coreia do Sul de utilizar o pacto militar com o Japão como uma cortina de fumaça para tapar o grande escândalo de corrupção e tráfico de influência que está envolvida sua presidente, Park Geun-hye, e que levou a centenas de milhares de sul-coreanos a pedir pela sua renúncia.

Neste sentido, o órgão norte-coreano encorajou a "derrubar" a cúpula de poder da Coreia do Sul e qualificou a presidente Park como "múmia que respira", que teve que ceder seus poderes pelo escândalo e possui apenas a aprovação de entre 5 e 10% dos sul-coreanos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos