Pelo menos 14 mortos em combate com Abu Sayyaf no sul das Filipinas

Manila, 18 nov (EFE).- Pelo menos 14 pessoas morreram nesta sexta-feira, dez jihadistas e quatro soldados, no confronto que tropas governamentais mantiveram contra membros da Abu Sayyaf, uma organização aliada ao Estado Islâmico (EI), no sul das Filipinas.

O confronto durou cerca de 45 minutos e aconteceu na ilha de Jolo quando membros do 35º Batalhão de Infantaria encontraram cerca de 150 rebeldes comandados por Radullan Sahiron, um dos chefes da Abu Sayyaf, segundo comunicado do Exército.

Após o intenso tiroteio, os jihadistas recuaram e está em andamento uma operação de perseguição pela região de Patikul, no norte da ilha.

Sahiron é procurado, além de por Filipinas, pelos Estados Unidos, que oferecem uma recompensa de um milhão de dólares por sua captura. EFE

fil/ma

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos