Ataques aéreos e de artilharia no leste de Aleppo deixam ao menos 27 mortos

Beirute, 19 nov (EFE).- Pelo menos 27 pessoas morreram neste sábado, entre elas alguns menores de idade, atingidas por bombardeios e disparos da artilharia no leste de Aleppo, no norte da Síria, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

Segundo a ONG, vários distritos da zona leste da cidade, controlados pelos rebeldes, foram alvo de bombardeios de aviões e helicópteros militares, e disparos de artilharia do exército do regime de Bashar al Assad. Além disso, vários projéteis atingiram áreas controladas pelas autoridades sírias, onde pelo menos duas pessoas morreram e outras 11 ficaram feridas.

De acordo com o OSDH, neste momento estão ocorrendo enfrentamentos entre efetivos governamentais e facções islâmicas e rebeldes no setor norte da zona leste de Aleppo, assim como no bairro de Bustan al Basha, onde as forças do regime conseguiram progredir.

No último dia 15, os ataques contra a metade leste de Aleppo, sitiada pelo regime e controlada pela oposição, foram retomados depois de mais de três semanas sem operações. No entanto, a Rússia negou seu envolvimento e das autoridades sírias nos mesmos.

Desde então, pelo menos 150 pessoas morreram na cidade, entre elas 21 menores de idade e 11 mulheres, segundo o OSDH.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos