Cessar-fogo de 48 horas entra em vigor no Iêmen

Sana, 19 nov (EFE).- O cessar-fogo de 48 horas acertado pelos rebeldes houthis e a coalizão militar liderada pela Arábia Saudita, que apoia o presidente deposto do Iêmen, Abdo Rabbo Mansour Hadi, entrou em vigor neste sábado às 12h locais (6h em Brasília).

Os houthis já mostraram na quinta-feira o apoio à trégua, anunciada nesta semana pelo secretário de Estado dos EUa, John Kerry, durante uma viagem pela região. Hadi, exiliado em Riad, capital da Arábia Saudita, porém, resistiu a aderir ao pacto.

A agência saudita de notícias "SPA" afirmou hoje que a trégua pode se estender se os rebeldes e seu principal aliado, o partido do ex-presidente Ali Abdullah Saleh, se comprometerem a respeitá-la.

O objetivo da cessação de hostilidades é permitir que organizações de ajuda humanitária cheguem aos moradores das zonas de conflito, explicou a "SPA".

A coalizão militar liderada pela Árabia Saudita luta contra as forças do ex-presidente iemenita apoiadas pelos houthis desde março de 2015, em uma tentativa de recolocar Hadi, líder reconhecido pela comunidade internacional, no poder.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos