Exército da Turquia mata 12 curdos e 8 membros do EI na Síria

Ancara, 19 nov (EFE).- O Exército da Turquia anunciou neste sábado que matou 12 milicianos curdos e oito membros do grupo jihadista Estado Islâmico nas últimas horas na Síria.

Em comunicado divulgado hoje, o Estado-Maior afirma que "20 terroristas foram eliminados" ontem, na 88ª etapa da operação Escudo de Eufrates, nome dado à missão das forças turcas no país vizinho.

Além disso, o Exército informa que entrou em confronto com membros do grupo jihadista ontem ao oeste da cidade de Al Bab, último bastião importante do Estado Islâmico no noroeste da Síria. Dois tanques turcos ficaram danificados, mas não houve vítimas.

Com aeronaves e unidades blindadas, a Turquia está apoiando o Exército Livre da Síria, uma aliança de milícias que se opõe ao regime do presidente do país, Bashar al Assad, na ofensiva para libertar a cidade do controle do Estado Islâmico.

As tropas turcas também enfrentam os milicianos das Unidades de Proteção do Povo Curdo (YPG), que, por sua vez, recebem apoio dos Estados Unidos na luta contra os jihadistas.

A Turquia afirma que, desde o início da operação Escudo de Eufrates, o Exército Livre da Síria assumiu o controle de um território de 1.780 quilômetros quadrados. No total, Ancara pretende conquistar um território de 5.000 quilômetros quadrados no noroeste da Síria e "limpá-lo de terroristas".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos