Milícia curdo-árabe expulsa Estado Islâmico de 47 localidades na Síria

Beirute, 19 nov (EFE).- As Forças da Síria Democrática (FSD), uma aliança armada curdo-árabe, expulsaram o Estado Islâmico (EI) de 47 aldeias e fazendas que eram controladas pelo grupo terrorista no norte da província de Al Raqqa, na Síria, desde o dia 6 de novembro, informou neste sábado o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

A ONG indicou que as FSD assumiram hoje o controle de Tel al Saman, situada cerca de 30 quilômetros ao norte da cidade de Al Raqqa, que é considerada a capital do "califado" proclamado pelos radicais em junho de 2014.

Com este avanço, já são 47 localidades e fazendas conquistadas pelas FSD, que têm apoio da coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos, desde o início de sua ofensiva "Ira do Eufrates" contra o Estado Islâmico em Al Raqqa.

As FSD confirmaram através do Facebook a "libertação" de Tel al Saman, sem oferecer mais detalhes.

Em uma primeira etapa, as FSD querem isolar a população de Al Raqqa para, em seguida, lançar uma ofensiva final.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos