"Timochenko" diz que acordo das Farc com governo colombiano é "definitivo"

Bogotá, 18 nov (EFE).- O líder das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), Rodrigo Londoño Echeverri, conhecido como "Timochenko", afirmou na sexta-feira que o novo acordo assinado com o governo é "definitivo".

"Temos um acordo sólido, inclusivo, plural e possível de implementação. Portanto, é definitivo", disse "Timochenko" à agência "Nova Colômbia", vinculada às Farc.

O novo acordo de paz, selado no dia 12 de novembro, em Havana (Cuba), possui as contribuições dos setores contrários ao pacto inicial, assinado no mês de setembro, em Cartagena de Índias, e rejeitado pelos colombianos em um referendo no início de outubro.

Além disso, Londoño afirmou que as Farc estão cumprindo "rigorosamente" tudo que foi acordado com o governo, e disse que "são sagrados".

Ele também destacou a participação da sociedade na elaboração do novo documento.

"Os movimentos sociais e os grupos organizados de vítimas, mulheres, jovens, representantes das igrejas dos mais diversos credos foram fundamentais para conseguir o acordo definitivo", enfatizou o líder guerrilheiro.

O governo colombiano não definiu o mecanismo para referendar o novo acordo de paz, mas convocar um novo referendo, através do Congresso, ou por reuniões nas cidades, ou seja conselhos municipais com participação direta dos cidadãos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos