Erdogan diz que União Europeia não é única alternativa para a Turquia

Ancara, 20 nov (EFE).- O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, afirmou neste domingo que a União Europeia (UE) não é a única alternativa para a Turquia e avaliou que outros países poderiam seguir o exemplo do Reino Unido e deixar o bloco.

"Em minha opinião, o 'Brexit' foi uma boa coincidência. Coisas parecidas podem ocorrer em outros países da UE, e a Turquia deveria sentir-se cômoda", afirmou Erdogan a jornalistas que o acompanhavam em um avião após uma viagem oficial ao Paquistão e ao Uzbequistão.

Erdogan disse que o presidente da Rússia, Vladimir Putin, está avaliando a possibilidade de incluir a Turquia no chamado grupo Xangai-5, formado em 1996 por Rússia, China, Cazaquistão, Quirguistão e Tadjiquistão. Mais tarde, o Uzbequistão se uniu ao bloco e em breve também o farão Índia e Paquistão.

O presidente turco criticou a UE por manter o país esperando 53 anos para entrar no clube comunitário. Além disso, questionou a cobrança de visto dos turcos para visita os países-membros do bloco e a falta de pagamento dos 3 bilhões de euros prometidos como parte do acordo para que a Turquia acolhesse os refugiados deportados.

Erdogan voltou a reiterar as negociações devem ser canceladas de forma definitiva se não houver avanços no processo de adesão da Turquia até o final de dezembro.

"Esperemos até o fim do ano. Se ocorrer, ocorreu. Caso contrário, encerramos esse expediente e a readmissão de refugiados", ameaçou.

Sobre as críticas da UE aos ataques à liberdade na Turquia e à onda de prisões e demissões de servidores após a tentativa de golpe de Estado de julho, Erdogan afirmou que há terroristas se movimentando livremente por Alemanha, França e Bélgica sem que o bloco se preocupe com isso.

O presidente citou o caso de uma deputada regional belga de origem turca que foi expulsa do seu partido em 2015 ao se negar a reconhecer o genocídio armênio. E também afirmou que durante a unificação da Alemanha cerca de 600 mil pessoas foram demitidas.

"Esse é o conceito de liberdade. Se eles fazem, tudo bem. Se nós fazemos, nos criticam", comparou Erdogan.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos