Exército filipino em alerta após sequestro de 2 marinheiros indonésios

Manila, 20 nov (EFE).- O Exército das Filipinas está neste domingo em alerta para interceptar vários jihadistas do grupo Abu Sayyaf com rumo ao sul do arquipélago, depois que na véspera sequestraram dois marinheiros indonésios em águas do leste da Malásia.

O porta-voz do Comando de Mindanao Ocidental, Filemon Tan, disse à imprensa que o sequestro aconteceu ao anoitecer do sábado em águas do distrito malaio de Kunak, no estado de Sabah, no nordeste da ilha de Bornéu.

Um grupo armado formado por cinco pessoas, supostos militantes do grupo extremista, abordaram um navio pesqueiro e levaram dois de seus tripulantes, acrescentou Tan.

Um grupo de ex-combatentes da guerra do Afeganistão contra a União Soviética fundou o Abu Sayyaf em 1991 na ilha de Basilan, vizinha de Jolo e, desde então, vários atentados violentos e sequestros são atribuídos a ele, com os quais se financia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos