Rainha Elizabeth convidará Trump para visitar Reino Unido em 2017, diz jornal

Londres, 20 nov (EFE).- O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, receberá um convite da rainha Elizabeth II para realizar uma visita oficial ao Reino Unido com objetivo de fortalecer a "relação especial" entre os países, afirmou neste domingo o jornal britânico "Sunday Times".

De acordo com uma fonte do governo citada pelo jornal, a monarca é a "arma secreta" da primeira-ministra do país, Theresa May, para reforçar os vínculos com o novo presidente norte-americano.

A viagem pode ser realizada em "junho ou julho" do próximo ano, segundo o "Sunday Times", e irá incluir um jantar, que já está sendo planejado, com Elizabeth II no Castelo de Windsor.

O "Sunday Times" afirma que o magnata republicano, que substituirá o democrata Barack Obama em janeiro na Casa Branca, confessou a May, em uma recente conversa por telefone, que é um "grande admirador" da rainha do Reino Unido. No diálogo, Trump também convidou a primeira-ministra a viajar aos EUA.

Uma visita de Trump ao país permitiria, além disso, que May rebatesse as afirmações da imprensa de que o líder do Partido de Independência do Reino Unido (UKIP), Nigel Farage, um dos principais defensores do "Brexit", é o político britânico que mantém vínculo mais próximo com o presidente eleito dos EUA.

O "Sunday Times" também indica que uma visita antecipada do republicano ao Reino Unido poderia ser uma oportunidade para facilitar a elaboração de um acordo de livre-comércio com os EUA depois de os britânicos terem votado por deixar a União Europeia.

Um membro da equipe de Farage citado pelo jornal disse que Trump está "ansioso" para receber um convite formal de Elizabeth II. Além disso, segundo a mesma fonte, a mãe do presidente eleito dos EUA seria uma grande admiradora da rainha do Reino Unido.

Por outro lado, uma porta-voz de Downing Street - escritório e residência oficial de May - afirmou que apesar de "não haver nenhuma visita planejada", a primeira-ministra deseja dar boas-vindas ao presidente eleito ao Reino Unido quando ele decidir visitar o país.

Já o Palácio de Buckingham, residência oficial da rainha, esclareceu que as visitas de Estado de líderes de outros países são organizadas seguindo a assessoria do governo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos