Trump confirma que cogita general James Mattis para Departamento de Defesa

Nova York, 20 nov (EFE).- O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, confirmou neste domingo que está pensando em indicar o general reformado James Mattis como possível secretário de Defesa de seu futuro governo.

Trump, que ontem manteve um encontro com Mattis, disse em mensagem no Twitter que ficou muito impressionado com ele.

"Um verdadeiro general de generais!", acrescentou o magnata, que afirmou abertamente que Mattis "está sendo cogitado para secretário de Defesa".

Ex-general de Infantaria da Marinha, Mattis foi chefe do Comando Central (CENTCOM) das Forças Armadas dos EUA entre 2010 e 2013, com responsabilidade sobre as tropas em uma grande área que inclui o Oriente Médio.

Anteriormente, o militar tinha sido comandante das Primeiras Forças de Infantaria da Marinha que invadiram o Afeganistão, em 2001, e da Primeira Divisão de Infantaria da Marinha durante a incursão no Iraque em 2003.

Após isso, Mattis foi designado como comandante da Primeira Unidade Expedicionária do Corpo de Infantaria da Marinha em Camp Pendleton, na Califórnia, e trabalhou como chefe, com categoria de general de quatro estrelas, no Comando de Forças Conjuntas.

Mattis entrou em choque com a Administração de Barack Obama em alguns assuntos relativos ao Oriente Médio, principalmente sobre o Irã, um país que o militar assinalou como a maior ameaça para os EUA nessa região.

Segundo a emissora de notícias "CNN", Mattis necessitaria receber uma permissão prévia do Congresso para poder ser nomeado secretário de Defesa, pois as normas estabelecem que os militares reformados tenham pelo menos sete anos de inatividade para assumir esse tipo de cargo.

Dado que os republicanos controlam o Legislativo, esse passo seria, a priori, uma mera formalidade.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos