Emboscada durante jornada eleitoral deixa 5 soldados malineses mortos

Bamaco, 21 nov (EFE).- Cinco soldados malineses morreram e vários ficaram feridos no domingo, depois que o comboio militar em que viajavam caiu em uma emboscada em Gourma Rharous (centro-leste do país), disseram nesta segunda-feira à Agência Efe fontes médicas e policiais.

A emboscada foi seguida de um intenso tiroteio, tudo isso em plena jornada eleitoral municipal, que registrou várias irregularidades nas regiões do norte e leste do país, de maioria tuaregue.

Entre os mortos está o capitão Moussa Siaka Koné, acrescentaram as fontes, que precisaram que entre os feridos há vários soldados em estado grave.

Embora na região de Timbuktu, a população onde aconteceu a emboscada está relativamente longe dos principais focos de tensão tuaregue, o que indica que a violência está se estendendo desde o nordeste rumo a outras zonas do país.

Estes ataques bem preparados contra comboios do Exército costumam ser obra de grupos jihadistas presentes em uma grande parte do território malinês, e que mantêm alianças em transformação com os grupos tuaregues separatistas.

De fato, fontes dos serviços de inteligência apontam neste caso o principal suspeito é o grupo de Alkassoum, em aliança ou conivência com a Coordenadora de Movimentos do Azawad, de tendência separatista tuaregue.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos