Farc pede que Santos atue perante assassinatos de camponeses e aplique acordo

Havana, 21 nov (EFE).- As Farc pediram nesta segunda-feira ao presidente colombiano, Juan Manuel Santos, que atue sobre o assassinato de líderes camponeses, uma situação que "ameaça" o novo acordo de paz e perante à qual a guerrilha pede que seja implementado o ponto sobre garantias de segurança.

"Se está comprometido com a paz da Colômbia, atue pondo ponto final a este extermínio de inocentes cujo pecado parece ser seu pensamento crítico e visão de novo país, implementando já o acordo sobre garantias de segurança", diz uma carta do Secretariado do Estado-Maior Central das Farc.

Esta carta foi divulgada faltando pouco -ainda não foi precisada oficialmente a data exata- para a assinatura do novo acordo alcançado em 12 de novembro entre o governo e a guerrilha.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos