Assad destaca apoio econômico russo para aliviar sofrimento de sírios

Beirute, 22 nov (EFE).- O presidente sírio, Bashar al-Assad, destacou nesta terça-feira o apoio da Rússia em diferentes âmbitos, especialmente o econômico, que, segundo sua opinião, ajudou a aliviar o sofrimento do povo da Síria, em reunião em Damasco com uma delegação russa.

Assad recebeu hoje o vice-primeiro-ministro da Rússia, Dmitri Rogozin, que viajou acompanhado por responsáveis das pastas das Relações Exteriores, Defesa, Desenvolvimento Econômico, Energia e Agricultura de seu país, informou a agência oficial síria "Sana".

O líder sírio insistiu na importância do respaldo russo à Síria, sobretudo, no campo econômico, "porque contribuiu de forma significativa a aliviar o sofrimento do povo sírio originado pela guerra contra os terroristas e as sanções econômicas".

Para Assad, a política e postura adotadas por Moscou tanto em nível internacional como na luta contra o terrorismo confirmam a Rússia como "uma superpotência baseada nos princípios de aderência à lei internacional e ao respeito à soberania dos estados e seu direito à autodeterminação".

Rogozin disse, por sua vez, que o objetivo principal do apoio militar, econômico e político da Rússia ao governo e ao povo sírios é "reforçar os elementos de sua resolução na luta contra os terroristas, que perpetram crimes horríveis e que trespassam as fronteiras da Síria para se estender a outras partes do mundo", segundo "Sana".

Durante o encontro, ambas as partes acordaram em estreitar a cooperação bilateral no âmbito econômico, nos intercâmbios comerciais, nos investimentos, no petróleo, no gás e no transporte.

A Rússia é um dos principais aliados internacionais do governo sírio e desde setembro de 2015 realiza uma campanha de bombardeios no país árabe para apoiar o Exército nacional.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos