Ataques aéreos e de artilharia no leste de Aleppo deixam 25 mortos

Beirute, 22 nov (EFE).- Pelo menos 25 pessoas morreram nas últimas 24 horas por ataques aéreos e de artilharia nos bairros do leste da cidade síria de Aleppo (norte), sitiados pelo Exército e controlados pela oposição, informou nesta terça-feira o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Entre os mortos há civis, que perderam a vida pelos bombardeios de aviões e helicópteros militares, assim como pelo fogo da artilharia governamental contra os distritos de Yisr al Hajj, Al Maadi, Al Sajur, Al Firdus, Al Shaar e Al Sukari.

Enquanto isso, ocorrem combates na parte antiga da cidade entre as forças leais ao governo de Damasco e facções islâmicas e rebeldes, nos quais as autoridades conseguiram avançar.

Também há confrontos na zona de Al Sheikh Said, localizada na seção sul da parte oriental de Aleppo.

O Observatório destacou que nesses enfrentamentos participa a milícia iraquiana Movimento al Nuyaba, aliada do Exército sírio.

Desde no último dia 15, os ataques voltaram a ter como alvo o leste de Aleppo, após três semanas de interrupção.

Neste tempo, pelo menos 244 pessoas morreram -228 no leste da cidade e 16 em áreas sob o controle do regime no oeste- pelos bombardeios, o fogo da artilharia governamental e os disparos de foguetes por parte dos insurgentes, segundo dados do Observatório. EFE

ssa/ff

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos