Índios protestam contra governo e bloqueiam entrada do Palácio do Planalto

Brasília, 22 nov (EFE).- Dezenas de índios, alguns deles armados com arcos e flechas, bloquearam nesta terça-feira a entrada do Palácio do Planalto em protesto contra "agressões" do governo Michel Temer aos seus "direitos".

Sem resistência por parte da segurança presidencial, os índios pararam na frente da entrada do Palácio do Planalto e exigiram ser recebidos pelas autoridades para entregar um documento com suas reivindicações.

O protesto ocorreu sem incidentes, como pôde constatar a Efe, apesar de os índios, pertencentes a diversas tribos, impedirem tanto a entrada como a saída pela porta principal do Palácio no Planalto. A movimentação, porém, foi permitida depois por acessos laterais.

O documento que os manifestantes pretendem entregar ao governo foi distribuído entre os jornalistas e critica, entre outras coisas, a PEC do teto proposto pelo governo Temer. Além disso, eles exigem orçamentos maiores para as reservas indígenas do país.

Eles também querem uma maior rapidez no processo de demarcação de terras e protestaram pela insegurança nas reservas, que são alvos de vários conflitos de posse.

O documento também reitera a rejeição dos índios a um projeto de lei que pretende alterar normas para demarcação de terras indígenas.

O projeto propõe que a responsabilidade, até agora da Fundação Nacional do Índio (Funai), seja transferida ao Congresso, no qual há parlamentares que representam os interesses do agronegócio.

A proposta tramita no Congresso há anos, mas conta com apoio da base aliada de Temer, que pretende acelerar as discussões sobre o assunto para que o projeto seja aprovado até 2017.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos