"Relação entre Mercosul e UE pode ressurgir com força", diz ministro uruguaio

Montevidéu, 22 nov (EFE).- A negociação entre Mercosul e União Europeia (UE) para um acordo comercial "pode ressurgir com força", disse nesta terça-feira o chanceler uruguaio, Rodolfo Nin Novoa, ao mencionar o impasse que, segundo sua opinião, os Estados Unidos e o Velho Continente colocam em seus avanços de integração econômica.

"Eu acredito que este impasse dos Estados Unidos e da Europa em seus avanços de integração econômica faz com que possa ressurgir com força a possibilidade de negociação entre Mercosul e Europa", disse Nin Novoa em diálogo com a emissora local "Radio Sarandí".

O ministro vê com otimismo um futuro acordo "apesar de todas as nuvens que possam haver em matéria de nacionalismo, antiglobalização, antimercado, antimobilidade de pessoas", que considerou "parte essencial dos novos acordos".

Na opinião de Nin Novoa, o mundo vive um movimento "muito forte em matéria dessas posições e posturas antimercado" e contra "grandes organizações plurilaterais que decidem políticas".

Nin Novoa esclareceu que "há muito tempo se fala sobre a relação Mercosul-Europa", mas que agora se atravessa uma "nova etapa na qual se vem trabalhando bem".

A respeito da forma como continuarão as conversas, o chanceler comentou que convocará os embaixadores dos países da região para ter "uma troca pessoal com eles" a fim de saber a situação interna dos países da União Europeia "já que eles têm informação de primeira mão".

O chanceler foi perguntado sobre este assunto por causa da visita oficial por alguns países europeus que será realizada pelo presidente do Uruguai, Tabaré Vázquez. O primeiro destino será a Espanha já nesta semana.

Enquanto o chanceler percorrerá em missão oficial por Egito, Israel e Palestina, Vázquez terá uma reunião com o presidente do Governo espanhol, Mariano Rajoy, assim como com o rei Felipe VI. Além disso, Vázquez visitará no Vaticano o papa Francisco na sexta-feira, dia 2 de dezembro, segundo confirmou Nin Novoa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos